BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Celebração da Deusa Lupa


Início da Lupercália, festival romano da fertilidade, dedicado à deusa Juno, sob o aspecto de Lupa - a loba - simbolizando o aspecto procriador da mãe Natureza. Foi nessa representação que a Deusa amamentou os seus gêmeos Rómulo e Reno, após terem sido abandonados pela sua mãe Rhea Silvia, a Vestal violentada pelo deus Marte. Neste dia, os idosos batiam nas mulheres com feixes de pele de cabra, convidando os espíritos a encarnarem, enquanto as mulheres pediam à Deusa que abençoasse os seus ventres. O propósito? A purificação e o estímulo da fertilidade por meio do intercâmbio com o mundo dos espíritos. Celebra-se também a deusa canaanita da fertilidade, Athtarath, Ashtoreth, Anat ou Astarte, uma versão da deusa Ishtar. A deusa Athtarat- 'o ventre' - regia o planeta Vénus, assim como as deusas Anat e Ishtar. Como a representação da estrela matutina, Astarte aparecia como uma deusa guerreira, vestida com chamas e armada com espada e flechas. Como a estrela vespertina, Astarte simbolizava o amor, o desejo e a paixão, aparecendo nua sobre uma leoa, segurando um espelho e uma serpente nas mãos. As suas cores eram o branco e o vermelho - simbolizando o sémen e o sangue menstrual - e as suas árvores eram a acácia e o cipreste.

Fonte: O Anuário da Grande Mãe, Mirella Faur.


0 comentários: